12 de junho de 2016

{Resenha} O melhor de mim

Hoje a resenha é sobre O melhor de mim de Nicholas Sparks

Eu li esse livro em um momento em que estava procurando por um romance, mas sem ser aqueles água com açúcar, ele me foi emprestado e eu demorei um pouco até conseguir terminá-lo. 

O livro é narrado por dois personagens, que são os principais, Amanda Collier e Dawson Cole. Eles se apaixonam na época da escola e esse amor perdura por várias décadas. 

O problema maior de Dawson, não era ele e sim sua família criminosa. Os Cole eram conhecidos em Oriental por realizar várias coisas ilegais e eles pouco eram pegos pela polícia ou presos. O protagonista, ao contrário era uma boa pessoa e ele sofreu muito por coisas que aconteceram na sua adolescência e o marcaram para sempre. 

Amanda é aquela típica mocinha de família rica que se apaixona pelo rapaz pobre, só que sua família e seu status falam mais alto e ela vai para a faculdade, deixando assim Dawson para trás, com um amor que vai transcender o tempo e todas as barreiras. 

Os dois vão se encontrar depois de vinte e cinco anos, na morte do grande amigo deles, Tuck Hostetler, e esse amor que estava enraizado poderá voltar com uma força maior que os dois consigam guardar para si. 

Eu li apenas um livro de Sparks e confesso que aquele eu gostei bastante, que foi O milagre. 
Dawnson é aquele personagem apático, infeliz, que ainda aguarda a oportunidade de um dia reencontrar sua amada. Já Amanda refez sua vida, conseguiu construir uma família, mas ainda pensa no seu antigo amor e o seu reencontro pode ser crucial para mudar o futuro dos dois. 

O que eu percebi, na escrita de Sparks, é que esse livro se tornou um pouco cansativo e eu confesso que demorei mais tempo para ler do que o previsto. A forma como os dois personagens narram a história também se torna uma maneira cansativa de entender. 
Além disso, Amanda é aquela mulher, que mesmo que o tempo tenha passado, ela não conseguiu evoluir muito, não conseguiu tomar decisões que poderiam mudar o rumo da história e isso me irrita um pouco. Dawnson é infeliz, mas para ele o que move sua vida é Amanda e isso também cansa, porque ele praticamente se anula por ela. 

A família de Dawnson é bem da pesada, e é isso que dá uma movimentada na história, senão seria muito monótona. 

Confesso para vocês que vi que tem pessoas que amam o Sparks, e pessoas que não amam tanto. Eu não posso dizer que o amo, vi alguns filmes, li um livro, mas tirando uma conclusão por esse, achei um romance bem clichê e água com açúcar. E quando você acha que as coisas de fato vão mudar, o final é inesperado e você acaba ficando com mais raiva ainda. Isso mesmo meu povo, o final é inesperado, mas não tão inesperado, quando pensamos na escrita de Sparks. 

Eu indico a leitura para pessoas sem muito pretensão e para que todos tirem suas conclusões, mas falar que adorei o livro, não consigo falar. 


Livro: O melhor de mim
Autor: Nicholas Sparks
Gênero: Romance
Editora: Arqueiro
Páginas: 272
Sinopse: Na primavera de 1984, os estudantes Amanda Collier e Dawson Cole se apaixonaram perdidamente. Embora vivessem em mundos muito diferentes, o amor que sentiam um pelo outro parecia forte o bastante para desafiar todas as convenções de Oriental, a pequena cidade em que moravam. Nascido em uma família de criminosos, o solitário Dawson acreditava que seu sentimento por Amanda lhe daria a força necessária para fugir do destino sombrio que parecia traçado para ele. Ela, uma garota bonita e de família tradicional, que sonhava entrar para uma universidade de renome, via no namorado um porto seguro para toda a sua paixão e seu espírito livre. Infelizmente, quando o verão do último ano de escola chegou ao fim, a realidade os separou de maneira cruel e implacável. Vinte e cinco anos depois, eles estão de volta a Oriental para o velório de Tuck Hostetler, o homem que um dia abrigou Dawson, acobertou o namoro do casal e acabou se tornando o melhor amigo dos dois.

13 comentários:

  1. Olá, Denise.
    Eu não gostei muito desse livro apesar de amar os livros do Nicholas. Não gostei muito por ter algumas coisas fantasiosas nele. Inclusive O Milagre que você citou é o que eu menos gosto dele pelo mesmo motivo.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  2. Oiii Denise, tudo bem?
    Gente eu morro de vontade de ler essa obra, vi que você achou meio cansativa a leitura e confesso que alguns livros também tive essa impressão e me atrasei nas leituras, mas mesmo assim quero ler o quanto antes.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  3. Oi Denise, tudo bem?
    Já faz alguns anos que eu li esse livro, foi o único que li do Nicholas Sparks e já tinha assistido vários filmes baseados na obra dele na época e lembro que fiquei pensando, nossa parece que todos os outros tem o mesmo molde, só são ambientadas em cenários diferentes. Então, eu acabei não dando sequência nos livros dele. Achei a história bonita, mas bem previsível. Tenho até cogitado o último livro que foi publicado dele porque me falaram que é totalmente diferente dos outros, quem sabe né?
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Anna, acho que você resumiu bem: são histórias bem previsíveis!
      Beijos

      Excluir
  4. Oi Denise.

    Eu tenho oito livros do Sparks aqui em casa e este livro que você resenhou é um deles. Gosto da escrita do autor, mas não amo. Quando eu saio de uma leitura que tirou meu sossego, eu pego um livro dele para acalmar os ânimos porque também acho que eles são água com açúcar.

    Bjos
    Blog: História Existem Para Serem Contadas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É bem isso mesmo, Kênia, água com açúcar.
      Beijos

      Excluir
  5. Oi Denise! Eu adoro a forma como "Tio Nic" escreve, sou sua fã de carteirinha! Que pena que não gostou tanto dessa leitura, pois na minha opinião, é uma de suas melhores histórias! Concordo que o final é um tanto quanto inesperado e beira o impossível, mas eu acho que ele fechou a história com o romance que eu esperava.
    Beijos!
    Karla Samira
    http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi, Denise. Bom, eu nunca li nada do autor, então não sei muito bem sobre seus padrões. Entretanto assisti a adaptação deste livro e acabei gostando bastante; com exceção do final. Não sei se o livro é da mesma forma, mas enfim haha
    Gostei muito dos personagens e pelo menos no filme não pareceu que ele ficou a espera da amada, mesmo que a vida ainda estivesse meio estagnada em alguns aspectos.

    Beijos
    Estilhaçando Livros

    ResponderExcluir
  7. Oii, tudo bom?
    Eu adoro os livros do Sparks, mas esse eu ainda não li, aliás, tem vários que ainda não conheço, ele escreve muito! :O rsrs
    Fiquei desanimada de saber que é uma leitura mais lenta e tal, mas mesmo assim vou querer conferir. Eu adoro um bom romance, e quem sabe eu goste mais, né?
    Fiquei curiosa para saber esse final! :O
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  8. Oi Denise, sua linda, tudo bem?
    Vou te contar, eu já vi todos os filmes dele, com exceção de Um Home de Sorte e por incrível que pareça nunca li nenhum livro. Depois de todas as resenhas que já li sobre seus livros, eu tenho a impressão, que alguns filmes chegam a ser melhor do que os livros em que foram baseados. Eu não fiquei com raiva desse final, só achei muito triste e injusto, risos... Sua resenha ficou ótima!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oie, Denise!
    Eu faço parte do grupo que não ama tanto assim o Sparks, mas não odeio, apenas acho que ele poderia sair um pouco desse lugar comum no qual ele se instalou.
    Ainda não li esse livro, mas, infelizmente, como a maioria das histórias dele, não me chamou muita atenção. Acho que só umas duas premissas das obras dele me agradaram, mas estamos na busca!
    Beijinhos
    Anna - Letras & Versos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não odeio também Anna, só não tenho vontade de ler outros livros.
      Beijos

      Excluir

/

© Copyright 2017 - Embarcando na Leitura. Todos os direitos reservados