5 de janeiro de 2017

{Resenha} Pax

Hoje a resenha é sobre o livro "Pax" de Sara Pennypacker

Eu me interessei pela história dessa raposinha vermelha quando fui no encontro da Editora Intrínseca, no ano passado e coloquei como meta de leitura. Confesso que não me arrependo.
Foto retirada do arquivo pessoal
Pax é aquele livro que você já começa chorando. Uma história de abandono, de reconhecimento e de superação tanto da raposa como de seu "dono" Peter. 

Peter é uma criança, com 12 anos, que já entrou na fase da pré-adolescência. Um menino de bom coração, que perdeu sua mãe muito jovem e que tem que lidar com as frustrações de seu pai. Em um belo dia encontra uma raposinha, que estava sem sua mãe para protegê-lo e sem seus irmãos, todos mortos. Peter não teve dúvida e levou esse seu novo e inusitado bichinho para casa. Foi amor a primeira vista de ambos, mas pela força do destino, Peter se vê forçado a abandonar seu bichinho. Uma guerra se aproxima e indo morar com seu avô não vê a possibilidade de levar Pax junto. 

O que falar dessa raposa, minha gente. Eu até então não conhecia muito sobre esse animal e me apaixonei pela forma como a autora desenvolve as partes do livro sobre a raposinha. A narrativa e o sofrimento da raposa é nítido nas páginas, mas seu coração bom e fiel ao seu dono, faz com que ela crie um instinto de proteção que será visto até o final da história. 

Foto retirada do arquivo pessoal
Pax se descobre enquanto animal e isso é o mais bonito de se vê no decorrer do livro. Não tem como não se apaixonar por ele. O seu desenvolvimento é nítido enquanto raposa, dentro desse mundo cheio de perigos que ele nunca precisou passar, pois estava protegido, sendo um animal de "estimação". 

Peter também se vê mais forte e melhor e depois que descobre o que fez com a sua raposa fará de tudo para reconquistar o amor e a confiança de Pax. 

Eu adorei o livro, adorei a história, sorri e chorei. Os personagens secundários são super importantes para o desenrolar da história. Vola com seu jeito rústico e coração gelado para aprender a lidar com um menino (Peter) fechado e teimoso. Ela nos encanta com a sua força e seu conhecimento. 

Já Arrepiada, Miúdo e Cinzento são super importantes para contextualizar a vida dessas raposas no mundo animal. Arrepiada e Miúdo nos faz entender o laço de irmãos, e como a raposa fêmea é a mais velha, essa união dos dois faz a gente se derreter e ainda são peças fundamentais na vida de Pax e o Cinzento com sua sabedoria e conhecimento vai nos proporcionar momentos de reflexão. 

Foto retirada do arquivo pessoal
O livro é lindo, cheio de ilustrações maravilhosas, que fazem nos teletransportar para a floresta e as atividades dos dois protagonistas. A narrativa é deliciosa, nem um pouco cansativa e cheia de ensinamentos! Um livro que retrata confiança, amor, perdas e reconquistas que fará você se apaixonar por todos os personagens. 

Se você não leu, leia, você não vai se arrepender e é uma ótima pedida para começar 2017 com o pé direito. 


Título: Pax
Autor: Sara Penntoacker
Editora: Intrínseca
Páginas: 288
Sinopse: Peter e sua raposa são inseparáveis desde que ele a resgatou, órfã, ainda filhote. Um dia, o inimaginável acontece: o pai do menino vai servir na guerra, e o obriga a devolver Pax à natureza. Ao chegar à distante casa do avô, onde passará a morar, Peter reconhece que não está onde deveria: seu verdadeiro lugar é ao lado de Pax. Movido por amor, lealdade e culpa, ele parte em uma jornada solitária de quase quinhentos quilômetros para reencontrar sua raposa, apesar da guerra que se aproxima. Enquanto isso, mesmo sem desistir de esperar por seu menino, Pax embarca em suas próprias aventuras e descobertas.
Alternando perspectivas para mostrar os caminhos paralelos dos dois personagens centrais, Pax expõe o desenvolvimento do menino em sua tentativa de enfrentar a ferocidade herdada pelo pai, enquanto a raposa, domesticada, segue o caminho contrário, de explorar sua natureza selvagem. Um romance atemporal e para todas as idades, que aborda relações familiares, a relação do homem com o ambiente e os perigos que carregamos dentro de nós mesmos.
Pax emociona o leitor desde a primeira página. Um mundo repleto de sentimentos em que natureza e humanidade se encontram numa história que celebra a lealdade e o amor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário


© Copyright 2017 - Embarcando na Leitura. Todos os direitos reservados