29 de março de 2017

{Resenha} Em Algum Lugar nas Estrelas

Hoje a resenha é do livro "Em algum lugar nas Estrelas" de Clare Vanderpool

Eu fiquei um dia inteiro pensando nessa linda história que a Clare trouxe para nós de uma forma tão pura e ao mesmo tempo tão intensa. 

Jack é um menino que está tentando se adaptar a sua nova vida, com um pai que foi prestar serviços militares (Fim da Segunda Guerra Mundial) e uma mãe que não está mais com ele, J. precisa se adaptar ao mar, ao colegas novos da escola e as cobranças em um internato no Maine (afinal tudo acontece no Maine não é mesmo? Stephen King que o diga rs).

Nessa difícil luta de se sair bem na escola, Jack conhece o enigmático Early Auden. O mais engraçado é que no começo, o J. via Early como um menino estranho, com seus gostos estranhos, como o de ouvir aquele tipo de músico em determinado dia da semana, ou/e separar balas de goma por tamanho e cor e alguns desses sinais e sintomas, pode ser percebido na Síndrome de Asperger, que só foi descoberta depois da Segunda Guerra Mundial. 

Ao perceber que seu pai não vem ficar com ele no fim de ano, Jack acaba embarcando em uma viagem junto com Early para tentar encontrar o Urso Apalache e essa trajetória é cheia de mistérios, encantos, encontros e perdas e minha gente, eu só posso dizer que a cada página a emoção vai crescendo dentro do seu peito e transborda muito amor!

O livro é um misto de drama, na qual nos faz viajar na história dos dois meninos, um mais cético e o outro mais místico e essa é a mais pura amizade que irá se criar ao longo da evolução dos personagens. 

Eu só posso dizer que o livro nos traz um ensinamento sobre a sensibilidade de uma criança, ainda que ela tenha ou não alguma deficiência, nunca podemos menosprezar o que é dito, pois poderá ser muito útil para nós, naquele ou em outro momento. Early dificilmente demostrava emoção, mas ele conseguia passar tudo que sentia através de um gesto ou mesmo uma palavra. Jack é aquele personagem "São Tomé", só acredita vendo, e ao se dar conta de que muitas das coisas de que Early "fantasia" acontece, J. entende que não é possível contrariar o amigo, só aceitar e estreitar ainda mais esse laço. 

Ahhhhhhh e o que é essa amizade 💗💚💜💛💙, essa vale todos os corações possíveis. Ela acontece de uma forma improvável e se desenvolve de uma forma tão pura e linda que não tem como não se apaixonar pelos dois meninos. 

Eu definitivamente adorei o livro, adorei a história, a autora conseguiu de uma forma rica e linda unir pontos da matemática, associada a guerra e a uma deficiência de uma forma tão leve e ao mesmo tempo dramática, mas não pense que você vai ficar chorando, porque esse não é o intuito. Até porque a amizade é o elo mais perfeito que podemos construir! A edição da DarkSide também está um primor, o que é esse marcador em formato de vinil?! Muito lindo!
Eu indico esse livro de olhos fechados. Você não irá se arrepender e ainda vai se surpreender!



Título: Em Algum Lugar nas Estrelas
Autor: Clare Vanderpool
Editora: DarkSide Books
Páginas: 288
Sinopse: EM ALGUM LUGAR NAS ESTRELAS é um romance intenso sobre a difícil arte de crescer em um mundo que nem sempre parece satisfeito com a nossa presença. Pelo menos é desse jeito que as coisas têm acontecido para Jack Baker. A Segunda Guerra Mundial estava no fim, mas ele não tinha motivos para comemorar. Sua mãe morreu e seu pai... bem, seu pai nunca demonstrou se preocupar muito com o filho. Jack é então levado para um internato no Maine (o mesmo estado onde vivem Stephen King e boa parte de seus personagens). O colégio militar, o oceano que ele nunca tinha visto, a indiferença dos outros alunos: tudo aquilo faz Jack se sentir pequeno. Até ele conhecer o enigmático Early Auden.
Early, um nome que poderia ser traduzido como precoce, é uma descrição muito adequada para um prodígio como ele, que decifra casas decimais do número Pi como se lesse uma odisseia. Mas, por trás de sua genialidade, há uma enorme dificuldade de se relacionar com o mundo e de lidar com seus sentimentos e com as pessoas ao seu redor.
Obsessivo, Early Auden tem regras específicas sobre que músicas deve ouvir em cada dia da semana: Louis Armstrong às segundas; Sinatra às quartas; Glenn Miller às sextas; Mozart aos domingos e Billie Holiday sempre que estiver chovendo. Seu comportamento é um dos muitos indícios da síndrome de Asperger, uma forma branda de autismo que só seria descoberta muito tempo depois da Segunda Guerra, e que inspirou personagens já clássicos como o Sr. Spock (Star Trek), o Dr. House e Sheldon Cooper (The Big Bang Theory).
Quando chegam as festas de fim de ano, a escola fica vazia. Todos os alunos voltam paracasa, para celebrar com suas famílias. Todos, menos Jack e Early. Os dois aproveitam a solidão involuntária e partem em uma jornada ao encontro do lendário Urso Apalache. Nessa grande aventura, vão encontrar piratas, seres fantásticos e até, quem sabe, uma maneira de trazer os mortos de volta ainda que talvez do que Jack mais precise seja aprender a deixá-los em paz.
EM ALGUM LUGAR NAS ESTRELAS é uma daquelas grandes histórias que permanecem com você por muito tempo, perfeita para ler entre amigos ou passar de pai para filho. Tudo que é real pode ser uma grande fantasia ou uma coincidência inevitável. Somos muito mais que um simples desejo do acaso. Nossos caminhos vão se cruzar no primeiro semestre de 2016 nesta obra premiada com o Printz Honow Award em 2016, indicada a outra dezena de prêmios e eleita o livro do ano em dezenas de listas preparadas pelos leitores.



2 comentários:

  1. Oi Denise!
    Esse livro é muito amor mesmo, que amizade linda entre Jack e Early. E a jornada de ambos acaba ajudando não só a ambos, mas também estranhos que se tornam amigos. Realmente amei esse livro. <3
    Adorei sua resenha. Parabéns!

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa Carol, nem me fale, fiquei bem tocada pela mensagem do livro!
      Obrigada!

      Bjs

      Excluir

/

© Copyright 2017 - Embarcando na Leitura. Todos os direitos reservados