Hoje a resenha é sobre o livro "The Beauty of Darkness", terceiro livro da TRILOGIA Crônicas de Amor e Ódio, da Mary E. Pearson.

E ao terminar a leitura do livro eu chorei! Sim, chorei por saber que a saga linda da Lia havia terminado, chorei porque me apeguei a todos os personagens, chorei porque o fim da jornada chegou e com ele a promessa e a esperança, um pouco perdida com o fim do segundo livro "The Heart of Betrayal", e a certeza de que as coisas ou melhorariam ou piorariam de vez. 

Eu juro que estou tentando não pensar que foi o fim; Sim, porque ainda estou sentida; Sim, porque me apeguei demais a essa trilogia e Sim, porque amo de paixão a Lia. 

Então vamos lá, a resenha foi pensada não no intuito de dar spoiler, porém tive o cuidado de ponderar e até tentar analisar a trilogia como um todo para evitar falar demais 😉. 

O terceiro livro vem para selar com um grande tapa na cara! Lia de forma arrebatadora consegue fazer o que poucos conseguem, tentar salvar-se em meio ao tumulto que foi o fim do segundo e se levantar para enfrentar os seus e os inimigos que estão tentando aniquilá-la desde o primeiro livro. 

O crescimento da Lia vem desde o primeiro livro e a Mary não nos decepciona. Ela é grande, eita menina porreta, que deixa claro que não precisa de homens, não precisa de um relacionamento, não precisa de nada para mostrar para o que veio. Ela é forte sendo ela, sendo líder, sendo feminina  e ao mesmo tempo sendo uma Guerreira.

A fortaleza da Lia está também nas amizades, essas que narram parte do livro, como a Pauline, o Kaden e o Rafe. A Lia construiu desde sua jornada lá em Terravin até esse livro, laços que foram marcados por tragédia, esperança e amizade. E as mulheres desse livro mostram para o que veio. Não me surpreende que Pauline acabe dando uma reviravolta na sua dor e a transforma em força para conseguir lidar com as pessoas que não a fizeram bem e que tentam destruir o caminho pela qual elas passam. Guyneth se mostrou uma companheira para todos os momentos e Berdi que foram imprescindíveis nessa jornada. 

Os soldados que estiveram ao lado de Lia também não decepcionam, como Tavish, Jeb, Orrim e Sven que auxiliam e principalmente depois de todas as desconfianças geradas, acabam ajudando a Princesa no fim das contas. 

Não posso deixar de falar que Kaden foi e sempre será lembrado nessa jornada, e que ele teve um final tão surpreendente e ao mesmo tempo tão importante e graças a Lia que o ajudou, no início com certa dúvida acreditou nele e depois se rendeu ao seu bom coração.

Rafe, o que estava aqui para tentar impedir Lia de suas loucuras e acaba gerando uma tsunami em sua vida. Foi interessante ver toda a reviravolta e eu Amei o final dele! Mary foi extraordinária quando o escreveu.

E o Komizar minha gente, será que ele pagou pelos crimes que cometeu? Será que Lia conseguiu dar o fim a que ele merecia lá no segundo livro? E quem ficou em seu lugar? Quem assumiu Venda com as suas dificuldades e a suas riquezas? Todas essas perguntas eu deixo para você me responder assim que acabar de ler! E você vai se surpreender!

O que eu vejo nessa trilogia: a força feminina, o amor, a amizade, o desejo de vencer, a luta e muitos outros sentimentos que acabam se misturando. Momentos de ódio, de rancor e de mágoa, momentos de tristeza e ao mesmo tempo felicidade. Foram tantas sensações que é impossível descrever uma só. Eu só posso dizer que o temos para hoje é saudade! 

E se você não leu nenhum dos livros, vou deixar o link dos outros dois livros, não perca mais tempo, venha embarcar no mundo da Lia!



Título: The Beauty of Darkness
Autor: Mary E. Pearson
Editora: DarkSide Books
Páginas: 576
Sinopse: A trilogia Crônicas de Amor e Ódio chega ao fim de maneira arrasadora. A história de Lia inspirou muitos leitores a embarcarem em uma jornada extraordinária repleta de ação, romance, mistérios e autoconhecimento, em um universo deslumbrante criado pela premiada escritora Mary E. Pearson, onde o poder feminino é a força motriz capaz de mudar e fazer toda a diferença no novo mundo em construção.
Lia sobreviveu a Venda, mas não foi a única. Um grande mal pretende destruir o reino de Morrighan, e somente ela pode impedi-lo. Com a guerra no horizonte, Lia não tem escolha a não ser assumir seu papel de Primeira Filha, como uma verdadeira guerreira — e líder. 
Enquanto luta para chegar a Morrighan a tempo de salvar seu povo, ela precisa cuidar do seu coração e seus sentimentos conflituosos em relação a Rafe e as suspeitas contra Kaden, que a tem perseguido. Nesta conclusão de tirar o fôlego, os traidores devem ser aniquilados, sacrifícios precisam ser feitos e conflitos que pareciam insolúveis terão que ser superados enquanto o futuro de todos os reinos está por um fio e nas mãos dessa determinada e inigualável mulher.


Um Comentário

  1. Eu já estava louco por essa coleção, agora depois de descobrir que esse é o último livro e tem um final tocante desse jeito necessito ler ele o mais rápido possível 💙

    ResponderExcluir