7 de outubro de 2018

{Resenha} A dama da Meia-Noite

Hoje a resenha é sobre o livro "A dama da meia-noite" de Tessa Dare.


Eu li a sinopse desse livro e já me interessei de cara. Apesar de estar dentro da Série Spindle Cove, sendo esse o terceiro, eles não são sequências e o leitor consegue ler de forma aleatória sem problemas.

Kate Taylor é uma professora de piano que se vê para a titia, por não ter uma família e nem como saber de que família pertence. A única coisa que ela tem é uma marca cor de vinho no rosto que a lembra de que ela não é perfeita e tão bonita como as outras mulheres de Spindle Cove.

Kate se vê mais perdida, ao tentar descobrir algo de seu passado com uma ex-professora e a mesma a maltrata. Na rua e sem ter como voltar para casa, ela acaba aceitando a carona de um misterioso morador de Spindle Cove, Cabo Thorne.

Mal sabe ela, que Thorne pode até ser mal encarado mas ele não vê tão indiferente assim e quando Kate descobre que pode ter sido filha de um Conde, o mundo dá tantas voltas, mas ela só pensa e só esta no início de uma intensa relação de amizade, afeto e amor com esse homem misterioso.

O livro tem um tom de romance, mas eu só comecei a gostar e me envolver de fato do meio para o final.

Achei a protagonista um tanto chatinha, mas ainda assim quem para mim rouba todas as cenas é o Cabo Thorne. Um homem que é meio grosseiro e muito sério, mas que tenta defendê-la de todos que pensam em fazer mal a ela.

Outro ponto para ressaltar e que me fez falta, foram de personagens secundários mais
Para quem gosta de romance leve e com uma pitada de drama, esse é a pedida.


Título: A dama da meia-noite
Autor: Tessa Dare
Editora: Gutenberg
Páginas: 288
Sinopse: Após anos lutando por sua vida, a doce professora de piano, Srta. Kate Taylor, encontrou um lar e amizades eternas em Spindle Cove. Mas seu coração nunca parou de buscar desesperadamente a verdade sobre o seu passado. Em seu rosto, uma mancha cor-de-vinho é a única marca que ela possui de seu nascimento. Não há documentos, pistas, e nem ao menos lembranças

Depois de uma visita desanimadora para sua ex-professora, que se recusa a dizer qualquer coisa para Kate, ela conta apenas com a bondade de um morador de Spindle Cove, o misterioso, frio e brutalmente lindo, Cabo Thorne, para voltar para casa em segurança. Embora Kate inicialmente sinta-se intimidada por sua escolta, uma atração mútua faísca entre os dois durante a viagem. Ao chegar de volta à pensão onde mora, Kate fica surpresa ao encontrar um grupo de aristocratas que afirma ser sua família.

Extremamente desconfiado, Thorne propõe um noivado fictício à Kate, permitindo-lhe ficar ao seu lado para protegê-la e descobrir as reais intenções daquela família. Mas o noivado falso traz à tona sentimentos genuínos, assim como respostas às perguntas de Kate.

Acostumado com combates e campos de batalhas, Thorne se vê na pior guerra que poderia imaginar. Ele guarda um segredo sobre Kate e fará de tudo para protegê-la de qualquer mal que se atreva atravessar seu caminho, seja uma suposta família oportunista ou até ele mesmo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

/

© Copyright 2017 - Embarcando na Leitura. Todos os direitos reservados