15 de maio de 2016

{Resenha} A culpa é das Estrelas

Hoje a resenha é sobre o livro A culpa é das Estrelas de John Green

Eu confesso que sempre via esse livro nas livrarias e ele nunca tinha me chamado a atenção, porém um dia sentei em uma e comecei a folhear, acabei gostando dos primeiros capítulos e resolvi comprar. 

Hazel, a protagonista do livro, é uma adolescente que não curtiu muito sua fase por se achar com uma doença terminal. Ela teve um câncer de tireoide aos 13 e hoje aos 16 anos tenta minimizar a metástase nos pulmões com um novo medicamento. Hazel é pouco divertida, tímida, irônica, uma adolescente que gosto de ler Uma Aflição Imperial e tem muitos questionamentos sobre o livro. 
A narração do livro é feita por ela, e acabamos embarcando nas suas angústias, seus medos e sentimentos a cada página do livro. 
Em um grupo de ajuda, Hazel conhece Augustus, 17 anos, que também teve um osteosarcoma e hoje convive bem com uma amputação de perna, acredita estar em um momento bom, ainda sem metastáse e frequenta o grupo para auxiliar um amigo.
Gus, é bem humorado, inteligente e lindo e logo os dois começam uma amizade que vai além do grupo de apoio e Hazel descobre que sua vida poderá ser bem vivida independente da doença. 

A princípio eu gostei do livro, só que no meio do livro, a história começou a ficar um pouco mais parada, porém o final me deixou com raiva rs. Eu sei que não posso falar o que vai acontecer no final, pois tem muita gente que não leu, mas ainda sim, é um livro que traz o que vive um paciente com câncer, o que passam os seus familiares e as pessoas que convivem ao redor. 

Além disso, Hazel era uma adolescente que viveu a maior parte dessa fase no hospital e tomando remédios, então ela não sabe lidar com as situações do dia-a-dia e isso a incomoda bastante, ela acaba sendo irônica com a sua condição e a doença. 
Gus, apesar de ter tido o câncer, não deixou de aproveitar a vida e com sua irreverência e alegria tem muito o que ensinar a Hazel, por isso que juntos eles deram tão certo. 

O livro tem uma temática bem adolescente, alguns momentos ele é bem cansativo e até monótono. Não li o livro tão rápido como eu gostaria por conta disso também. Acredito que a intenção de Green era passar uma história dramática e o objetivo dele foi alcançado. 

O livro foi adaptado para o cinema e vou fazer uma comparação em um outro post. 

De qualquer forma, achei o livro muito triste e isso me causou um pouco de incômodo, sem falar no final não é?! Que me deixou bem desanimada. 
Esse não foi um dos livros que eu adorei, e não sei se leria novamente, mas eu indico para quem não leu, para que cada um tire as suas próprias conclusões. 

Embarquem comigo nessa história!

Denise


Livro: A culpa é das Estrelas
Autor: John Green
Gênero: Drama
Editora: Intrínseca
Páginas: 288
SinopseHazel foi diagnosticada com câncer aos treze anos e agora, aos dezesseis, sobrevive graças a uma droga revolucionária que detém a metástase em seus pulmões. Ela sabe que sua doença é terminal e passa os dias vendo tevê e lendo Uma aflição imperial, livro cujo autor deixou muitas perguntas sem resposta. Essa era sua rotina até ela conhecer Augustus Waters, um jovem de dezessete anos que perdeu uma perna devido a um osteosarcoma, em um Grupo de Apoio a Crianças com Câncer. Como Hazel, Gus é inteligente, tem senso de humor e gosta de ironizar os clichês do mundo do câncer - a principal arma dos dois para enfrentar a doença que lentamente drena a vida das pessoas. Com a ajuda de uma instituição que se dedica a realizar o último desejo de crianças doentes, eles embarcam para Amsterdã para procurar Peter Van Houten, o autor de Uma aflição imperial, em busca das respostas que desejam.


20 comentários:

  1. Oi Denise! Tudo bem? Pra ser sincera nunca me despertou muita vontade de ler esse livro, talvez pela sua temática ou por saber mais ou menos o que acontece devido a tantos comentários sobre ele e sobre o filme. Nem o filme eu assisti ainda. Quem sabe um dia neh? :) Sua resenha ficou ótima!

    Beijos

    Vivian
    Saleta de Leitura
    http://www.saletadeleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Olá... gostei da resenha, eu já li o livro e vi o filme e confesso que prefiro mil vezes o filme.. foi meu primeiro e último contato com esse autor, que no momento não tenho tanta vontade de ler novamente...

    Beijus
    Camila Mazzetto
    http://bibliotecaempoeirada.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Olá!

    Eu gostei do livro A Culpa é das Estrelas, mas não fui uma daquelas que fiquei apaixonada pela estória. Vários pontos do livro são bem construídos, emocionantes e engraçados, mas no geral eu sentir que o livro era para um público mais jovem do que eu. Também recomendo a leitura, principalmente para os jovens, acho o tema do livro bastante relevante.

    Luz e literatura!

    cantaremverso.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Para os jovens é uma boa dica mesmo Ana.
      beijos,

      Excluir
  4. Oi Denise, eu simplesmente Amo esse livro e o filme também, adoro livros que seguem essa linha. beijos

    ResponderExcluir
  5. Oi Denise, tudo bem?
    É impossível fugir de spoilers quando se trata do livro "A Culpa é das Estrelas", só por ser um sick-lit já presumimos um pouco o final. Eu nunca me interessei muito por esse livro, mas acabei lendo ele em inglês por ser um livro que tem uma linguagem simples. Não foi uma leitura surpreendente, mas a narrativa me agradou e quem não se simpatiza com Augustus?
    Acabei lendo também "A estrela que nunca vai se apagar" que é a biografia de Esther Earl, a menina que inspirou John Green a escrever o livro "A culpa é das Estrelas", e posso dizer que me emocionei bastante, principalmente por retratar a visão de uma criança enfrentando o câncer com todos os medos e anseios, sem criar uma imagem endeusada, porém também é muito triste.
    Acho que é uma leitura válida, também não é um dos meus livros favoritos, mas foi uma leitura bem proveitosa.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Anna,
      acho que é uma leitura válida sim!
      Beijos

      Excluir
  6. Esse livro é muito emocionante..

    ResponderExcluir
  7. Oiii, tudo bem?
    Menina eu adoro esse livro, quando eu li chorei horrores durante a leitura toda. Foi um dos melhores que li naquela época, atualmente não sei se iria reagir da mesma maneira <3 mas, amei a sua resenha, essa história é fascinante.
    Beijão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não tenho, hoje, vontade de lê-lo novamente, mas valeu quando eu li.
      Beijos

      Excluir
  8. Oi Dê
    Eu te entendo perfeitamente...estes finais...tem vários livros que "surpreendem a gente no final, ne?!
    Tbe achei triste e li logo que foi lançado, não quis assistir o filme
    Bjks mil

    www.maeliteratura.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Clau, você fez bem em não ter visto o filme!
      Beijos,

      Excluir
    2. Clau, você fez bem em não ter visto o filme!
      Beijos,

      Excluir
  9. Eu não assisti o filme e nem li o livro, devido escutar tanto que era uma história muito triste. Ai desencanei, rs

    ResponderExcluir
  10. Oiee ^^
    Confesso que gostei beem mais do filme do que do livro ♥ acho que porque eu já estava preparada emocionalmente para o final..hehe' mas também adorei o livro, foi o primeiro sick-lit que eu li, e foi uma surpresa muito grande.
    MilkMilks ♥

    ResponderExcluir
  11. Denise, eu só li o livro e sinceramente ele não conseguiu me ganhar como fez com a maioria das pessoas.
    Achei a história muitas vezes sem sal. E não consegui me emocionar.
    É bom ver outra pessoa que não caiu de amores pela história.
    Não tenho curiosidade de assistir ao filme.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Déborah, me senti uma E.T. mas é bom saber que tem outras pessoas que concordem comigo.
      Beijos

      Excluir
  12. Oi, Denise!
    Logo que o livro fez todo aquele 'boom!' na blogosfera admito que eu mesma não tinha muita coragem de lê-lo, porque vez ou outra com livros que muitos amam, costumo ter a opinião contrária, então adiei-o bastante, até ganhá-lo em 2013 e me apaixonar pelo livro, apesar de peso do enredo e da situação vivida pelo casal, mas me envolveu muito e arrancou-me muitas lágrimas também, rs. <3
    Beijos!

    ♥ Sâmmy ♥
    ♥ SammySacional ♥

    ResponderExcluir
  13. Eu gostei da leitura. Não foi aquele livro OOOH, mas curti mesmo. Não achei monótono, achei dramático e emocionante. Li bem rápido a obra. Eu gosto dos livros do autor, mas nem todos são muiiiito bons.
    beijo
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir


© Copyright 2017 - Embarcando na Leitura. Todos os direitos reservados