Hoje a Resenha é sobre o livro "Confissões do Crematório" de Caitlin Doughty

Eu li esse livro por indicação. Achei uma temática interessante e bem diferente de tudo o que eu já havia lido e confesso que me surpreendi.

*Arquivo Pessoal
Caitlin narra sua vivência quando trabalhou em um Crematório. Ela é formada em história medieval e ao longo da vida começa a se questionar sobre a morte. E para sanar a sua curiosidade ela começa a trabalhar em um Crematório.

Antes da cremação, existe todo um preparo do corpo e até mesmo, se for uma cremação assistida pela família, você tem que preparar o ambiente para aquele último adeus ao corpo.

A autora nos traz, de uma forma clara, concisa e sem frescuras o que foi esse processo para ela e como ela lidou com isso para tentar entender a morte.

Caitlin relata também sobre a indústria funerária e seus meios de ganhar dinheiro.
O mais interessante, é que eu vejo em Caitlin uma mulher forte e que não tinha medo de nada, como ela refletia sobre os cuidados com o corpo dos seus entes queridos e o seu próprio corpo, todo o processo da decomposição (achei isso meio horrendo) e como vimos a cremação antes e após o livro.

*Arquivo Pessoal
Confesso que adorei o livro. Acredito que ele consiga desmistificar a morte e a própria cremação. A autora traz todos os seus medos, receios e angústias na sua narração e não tem como ler o livro e não fazer uma reflexão sobre a morte do corpo. O livro vai além da religião, ela não expõe nada sobre, muito pelo contrário, agrega história sobre algumas tribos e traz um relato do nosso querido Brasil, que é bem interessante.

A leitura flui facilmente, não é uma leitura cansativa, muito pelo contrário. Eu gostei bastante, acredito que temos que saber o que acontece com um corpo e o que pode acontecer com o nosso. O livro vai muito além do que pensamos ou acreditamos em relação a morte do corpo carnal. Eu peço que leiam, reflitam e estejam abertos a análise do que é morrer e como lidamos com isso.


*Arquivo Pessoal

*Fotos retiradas do Arquivo Pessoal

Livro: Confissões do Crematório
Autor: Caitlin Doughty
Editora: DarkSide Books
Páginas: 256
Sinopse: Um livro para quem planeja morrer um dia “Uma menina nunca esquece seu primeiro cadáver.” – Caitlin Doughty
É a única certeza da vida. Então, por que evitamos tanto falar sobre ela? A morte é inevitável, sentimos muito. Mas pelo menos, como descobriu Caitlin Doughty, ficar a sete palmos do chão ainda é uma opção. ''Confissões do Crematório'' reúne histórias reais do dia a dia de uma casa funerária, inúmeras curiosidades e fatos históricos, mitológicos e filosóficos. Tudo, é claro, com uma boa dose de humor. Enquanto varre as cinzas das máquinas de incineração ou explica com o que um crânio em chamas se parece, Caitlin Doughty desmistifica a morte para si e para seus leitores. O livro de Caitlin – criadora da websérie Ask a Mortician e da – levanta a cortina preta que nos separa dos bastidores dos funerais e nos faz refletir sobre a vida e a morte de maneira honesta, inteligente e despretensiosa – exatamente como deve ser. Como a autora ressalta na nota que abre o livro, “a ignorância não é uma benção, é apenas uma forma profunda de terror”. Caitlin Doughty é agente funerária, escritora e mantém um canal no YouTube onde fala com bom humor sobre a morte e as práticas da indústria funerária. É criadora da websérie Ask a Mortician, fundadora do grupo The Order of the Good Death (que une profissionais, acadêmicos e artistas para falar sobre a mortalidade) e também autora de Confissões do Crematório.


Um Comentário

  1. Oi Dê
    Fiquei bem curiosa!
    Já tinham falado nele no evento da Dark Sode na Bienal
    Quero ler tbe, foi pra lista
    Adorei o post
    Bjks mil

    www.maeliteratura.com

    ResponderExcluir