6 de setembro de 2017

{Resenha} Fragmentos do Horror

Hoje a resenha é sobre o livro "Fragmentos do Horror" de Junji Ito.

Quando comprei esse mangá não imaginava o que me esperava. Mais uma Graphic Novel, entre outros lançamentos que abriram o selo de mangás e quadrinhos da Editora DarkSide Books, Fragmentos de Horror, traz uma mostra do que podemos esperar mais para frente e de como deixar seus leitores mais apaixonados por esse mundo de terror/horror agora em quadrinhos.
Junji Ito é conhecido pelos mangás Gyo e o clássico Uzumaki, o autor japônes é conhecido por histórias que traz um horror impactante e extraordinário. Esse foi meu primeiro contato com o autor, sendo o primeiro livro publicado no Brasil, podemos dizer que fiquei extasiada com a obra e com as histórias.

Fragmentos do Horror conta com 8 contos de terror, que cada qual com a sua especificidade, não deixa de nos deixar meio aterrorizados, meio com pânico ou os dois juntos.

Futon, a primeira história, é um tanto quanto estranha, mas abre as portas para os outros sete contos, que na minha opinião são melhores. Narra um casal que é visitado por uma estranha mulher e a partir daí, eles começam a ver monstros ao seu redor. Monstro de Madeira, é uma história bem interessante, que traz a história de uma jovem estudante de arquitetura que pede para estudar uma casa histórica, só que na realidade, ela tem uma queda pela casa, sim, uma quedinha e fará de tudo para viver naquela casa. O conto nos remete ao lar, e o quanto ele pode ser o avesso de seguro. 
Tomio - Gola Rulê Vermelha, para mim, é um dos melhores contos, narra a história de um homem que tem que segurar a cabeça no pescoço, ele está na capa do mangá e nos deixa tensos do início ao fim da leitura. 
Suave Adeus é um conto sobre o sobrenatural e o quanto isso pode fazer com que mudemos as nossas vidas, ele nos faz refletir sobre como poderíamos passar um tempinho a mais com aqueles que amamos. Um dos melhores para mim também, fiquei bem chocada com o fim. 
Dissecação - Chan nos traz uma realidade mórbida. Ito nos mostra aqui que o ser humano não tem limites para o que quer e quando quer algo e é isso o mais interessante no conto. 
Magami Nanakuse é um dos meus favoritos também, porque entre a loucura e a sensatez, Ito consegue descrever o que conseguimos fazer para conseguir algo que desejamos muito.
Pássaro Negro e o último A mulher que sussurra nos faz ficar um pouco apreensivos e com medo, mas no final nos surpreendemos bastante com o fechamento das histórias. Eu gostei bastante do último, me surpreendeu como nós somos falíveis e vulneráveis enquanto seres humanos. Eu fiquei bastante impressionada. Vale a leitura. 

Confesso que os desenhos do Junji me remeteram a um filme em especial que vi, e que retrata um terror de uma forma ao mesmo tempo assustador e bizarro, que te faz refletir.
A leitura do mangá vale a pena, principalmente para embarcadores de primeira leitura, como eu.

E uma informação importante, que assim como eu não sabia, por nunca ter lido mangá, é que a leitura é feita de trás para frente e da direita para a esquerda. Não se assustem, depois acabam nem percebendo que está lendo ao contrário rs.

Eu gostei bastante dos contos e me surpreenderam os desenhos, todos entre assustadores, engraçados e bizarros e aguardemos ansiosamente a nova publicação do Ito pela caveirinha. 

Vem embarcar nesse mundo do terror.


Título: Fragmentos do Horror
Autor: Junji Ito
Editora: DarkSide Books
Páginas: 224
Sinopse: Mestre do terror em quadrinhos, Junji Ito combina o surrealismo e o escatológico em suas histórias. O resultado é sempre bizarro, mas ainda assim — ou quem sabe até por isso mesmo belo. Se você tem coragem (e estômago), não pode perder Fragmentos do Horror, primeiro livro de mangá publicado pela DarkSide® Books. Fragmentos do Horror é uma coleção de histórias curtas, perfeitas para quem quer experimentar o que essa mente tão delirante é capaz de produzir. Ito-san oferece ao leitor nove encontros com o desconhecido. Cada quadrinho pode ser fatal, cuidado! Entre as histórias da coletânea, temos uma mansão velha de madeira que gira sobre seus habitantes. Uma turma de dissecação com um assunto nada comum. Um funeral em que os mortos definitivamente não são postos para descansar. Variando do aterrorizante ao cômico, do erótico para o repugnante, essas histórias apresentam o retorno de Junji Ito há muito aguardado para o mundo do horror. Fragmentos do Horror faz parte da nova coleção DarkSide® Graphic Novel Tokyo Terror e, como todos os títulos da Caveirinha, vem numa caprichosa edição em capa dura. A tradução foi feita diretamente do japonês e a publicação segue a orientação original, da direita para a esquerda — como tem que ser.

Nenhum comentário:

Postar um comentário


© Copyright 2017 - Embarcando na Leitura. Todos os direitos reservados