8 de outubro de 2017

{Resenha} Poliana Okimoto

Hoje a resenha é sobre o livro "Poliana Okimoto" de Daniel Tanaka Gomes e Helio de la Peña.

Eu sempre gostei de Biografias e essa me surpreendeu muito positivamente.
O livro conta a história de sucesso da nadadora Poliana Okimoto. Se você está se perguntando quem é essa nadadora, é só conferir quem recebeu a única medalha olímpica na modalidade aquática pelo Brasil. Sim, foi ela, a super Poliana.

Poliana iniciou na natação em piscina muito nova. Sua mãe foi uma visionaria ao colocá-la no esporte e a menina que virou uma guerreira, muito disciplinada para se manter no esporte. Poliana foi uma promessa quando criança, ganhou alguns campeonatos atuando na modalidade infanto-juvenil, mas a partir do momento que começou a competir em piscina na fase adulta, não conseguia bater muitas meninas que estavam iniciando, com um gás total.

Poucos acreditaram em Poliana, após a fase adulta, e uma sacada do seu marido e técnico Ricardo Cintra fez com que a nadadora saísse das águas em piscina para águas abertas, modalidade que foi incorporada nas Olimpíadas em 2008, com uma só prova de 10 km.

Poliana tinha uma boa técnica no nado e sempre foi atleta de longas distâncias, então para Ricardo, treinar e tentar se desenvolver em águas abertas não seria um problema para ela. E ele estava totalmente certo. Passado o primeiro susto de Poliana, de ter que  enfrentar o mar e ainda mais nadando, ela se saiu muito bem e a partir da vitória na Travessia dos Fortes, no Rio de Janeiro, a nossa atleta iniciou sua caminhada em águas abertas.

A trajetória é surpreendente e se você, assim como eu, não conhecia essa atleta e o que ela fez para conseguir a medalha nas Olimpíadas do Rio foi surpreendente. Vem ler também essa Biografia, você não vai se arrepender.



Título: Poliana Okimoto
Autor: Daniel Takata Gomes e Helio de la Peña
Editora: Contexto
Páginas: 240
Sinopse: Em um país que valoriza pouco seus atletas, a trajetória de Poliana Okimoto serve de inspiração para uma legião de nadadores. Sua medalha olímpica, conquistada em 2016 no Rio de Janeiro na maratona aquática, foi a primeira obtida por uma mulher brasileira na natação. Poliana precisou de muito trabalho e paciência para chegar lá, percorrendo um caminho repleto de alegria, decepção, superação, pioneirismo e glória.

Nenhum comentário:

Postar um comentário


© Copyright 2017 - Embarcando na Leitura. Todos os direitos reservados