31 de janeiro de 2019

{Resenha} Para todos os garotos que já amei

Hoje a resenha é sobre o livro “Para todos os garotos que já amei” de Jenny Han.


Quando eu vi a capa desse livro achei bonitinho mas não me apaixonei de fato. Procurando um livro mais leve para ler no fim do ano, resolvi dar uma chance a ele, e assim como todos os fãs da trilogia, só posso dizer que me surpreendeu muito positivamente.

Lara Jean é uma jovem de 16 anos, que tem uma relação muito forte com as irmãs Kitty e Margot, e o pai. Após a morte de sua mãe, Lara assumiu a missão de ajudar a sua irmã mais velha a cuidar de Kitty e se viu amadurecer muito rápido. Uma jovem sonhadora que cursa o ensino médio, e carrega um segredo. Ela escreve cartas de amor. Não cartas de amor para seus namorados (porque ela nunca namorou), mas cartas de despedidas, quando acha que já não está mais apaixonada. 

Resultado de imagem para Para todos os garotos que já amei

Só que Lara Jean não imaginava é que essas cartas iriam parar nas mãos dos seus destinatários, inclusive para o atual namorado de sua irmã Margot, Josh, por quem Lara Jean nutria uma paixão no ginásio. 

Imagina o seu desespero, e para minimizar o dano que essa carta pode causar na relação com Josh e com sua irmã, Lara faz um acordo com um outro destinatário: Peter Kavinsky. Peter é popular, super lindo, jogador de Lacrosse enquanto Lara Jean adora ficar em casa lendo e cozinhando, mas devido a tamanha enrascada em que se meteu, Lara Jean aceita namorá-lo de mentirinha. Os dois mantém uma relação um tanto quanto diferente e a partir daí a história de desenvolve e nos vemos apaixonados pelo casal de mentirinha também. 

A história se torna bem interessante a medida que conseguimos vir Lara Jane como uma personagem que sofre bullying por ser oriental e que é fiel a suas origens. Além de temas que são abordados como o luto, o sofrimento, a força da mulher perante a sociedade e como elas se organizaram para lidar com tudo isso, a amizade e até mesmo o amor. A construção dos personagens masculinos são importantes também para a construção da história e só posso dizer que o pai da nossa protagonista é maravilhoso. 

Amei o livro ao longo da leitura, pois você acaba se envolvendo também com o drama vivido por Lara Jean. No fim ela só quer ser feliz e o que todos nós desejamos. 

Podemos até achar que o livro é um mero clichê mas ao se deparar com a história, você começa a perceber que ele vai além de ser só clichê. Ele é maravilhoso. Vem conferir essa história que fará você se arrepiar.


Título: Para todos os garotos que já amei
Autor: Jenny Han
Editora: Intrínseca
Páginas: 320
Sinopse: Lara Jean guarda suas cartas de amor em uma caixa azul-petróleo que ganhou da mãe. Não são cartas que ela recebeu de alguém, mas que ela mesma escreveu. Uma para cada garoto que amou — cinco ao todo. São cartas sinceras, sem joguinhos nem fingimentos, repletas de coisas que Lara Jean não diria a ninguém, confissões de seus sentimentos mais profundos.
Até que um dia essas cartas secretas são misteriosamente enviadas aos destinatários, e de uma hora para outra a vida amorosa de Lara Jean sai do papel e se transforma em algo que ela não pode mais controlar.

2 comentários:

  1. Depois que assisti o filme na Netflix eu fiquei muito a fim de ler essa trilogia. Achei a essência da história muito amorzinho e quero ver se esse ano eu pego para ler..

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Menina, eu fiquei encantada com o filme, daí li o livro e amei. O filme é uma boa adaptação, mas nada melhor que o livro para entender bem. É um romance bem amorzinho, vale a pena!

      Excluir

/

© Copyright 2017 - Embarcando na Leitura. Todos os direitos reservados